Foto: Katito Carvalho

Os moradores da localidade conhecida como Recanto do Alecrim, entre os bairros de Pindobas e Camburi, serão os primeiros a assinar o contrato de cessão que vai permitir a 66 famílias (aproximadamente 200 moradores) a terem a posse definitiva de seus lotes. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (30/11) pela secretária de Habitação e Assentamentos Humanos, Rita Rocha, durante a quarta reunião como com os moradores sobre o processo de regularização fundiária. A planta de parcelamento dos terrenos teve sua tramitação concluída na Prefeitura e foi registrada no cartório. A cerimônia de assinatura está prevista para 14/12.

Os moradores também conheceram o projeto que vai levar duas quadras de esportes (sendo uma de areia) e erguer um novo centro comunitário numa área de aproximadamente três mil metros quadrados, que fica dentro do loteamento. O espaço vai receber ainda mesas para jogos, aparelhos de ginástica, arborização, iluminação e uma área para horta comunitária. A planta das construções também foi apresentada.

“Eu disse a eles que era preciso ter um centro comunitário, onde agente também pode se reunir. Vai ficar bem bonito”, avaliou o pedreiro Marcos Antônio Souza que mora há cerca de 10 anos na localidade. Outro benefício anunciado na reunião foi a chegada do programa ‘Minha Casa Mais Bonita’, que vai realizar reformas estruturais nas residências.

O encontro teve como convidado o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Júlio Carolino, que falou sobre o projeto para a horta comunitária no local, através da produção e venda de hortaliças. O projeto inclui ainda a produção de carne de jaca com a plantação de jaqueiras em toda a região. “É uma carne mais cara que a do boi, que custa em média R$ 30 o quilo, além de ser um produto nosso, da cidade, e cuja produção nós queremos estimular”, afirmou Júlio, que levou panfletos sobre o preparo e até uma degustação da carne para os moradores.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here