Imagem da ação de conscientização contra a dengue no Centro
Equipes da Secretaria de Saúde orientaram moradores na rodoviária do Centro - Foto: Amanda Neto

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do programa Educação em Saúde, realizou na manhã desta sexta-feira (20/01), ação de prevenção contra dengue, zika e chikungunya, no terminal rodoviário do Centro. Na ocasião, a equipe de profissionais palestrou, esclareceu dúvidas e distribuiu material informativo.

Agente de combate às endemias e um dos educadores do programa, Edson Siqueira de Souza explica que a conscientização da população é o diferencial. “Os moradores são agentes de sua própria casa. É importante que todos realizem essa vigilância semanalmente”. Ele destaca ainda que o ciclo de vida do mosquito aedes aegypti no verão é rápido, de aproximadamente cinco a sete dias. “No inverno esta metamorfose é mais lenta. Daí a importância da prevenção”, completa.

A população aprovou a atividade. Aleksandre Gomes da Silva da Costa, de 33 anos, trabalha com serviços gerais e mora em Inoã. Para ele, a oportunidade de receber orientações enquanto aguardava o ônibus foi positiva. “Não temos tempo para saber o que está acontecendo. Através de uma ação destas, a gente aprende”, disse Aleksandre. A doméstica Regina Célia Martins, 52 anos, moradora de Jacarepaguá também recebeu informações, enquanto aguardava. “A prevenção dentro de casa e nas ruas é essencial. Temos que nos preocupar e não jogar copo e tampinhas no chão, pois isso pode ser um local para os mosquitos”, exemplificou Regina Célia.

Seguem alguns cuidados que auxiliam na prevenção: descartar os pratinhos de planta ou enchê-los de terra; colocar água sanitária nas bromélias; manter pneus velhos em locais cobertos; tampar caixas d’água, tonéis e barris; limpar calhas e não deixar acumular água na laje; dispensar dez minutos na semana para procurar possíveis focos em casa. Subsecretária de Saúde, a médica Simone Maeso acompanhou o trabalho da equipe e destacou a importância da prevenção. “Prevenir é conhecimento. Só conseguimos diminuir os danos quando a gente conhece”, disse.

O programa educação em Saúde realiza orientações e panfletagem em diversos locais da cidade, tais como postos, escolas e bairros. Vale lembrar que o programa municipal de combate à dengue (PMCD), através dos agentes de combate às endemias e dos supervisores realizam diversas atividades tais como visitas domiciliares, inspeção, tratamento e verificação de foco, panfletagem, tratamento com larvicida e outros.

Denúncias e outras informações pelo Disque Dengue (2637-0091). Os programas PMCD e Educação em Saúde ficam à Rua Roberto Silveira, 46, 2º andar, Centro.

 

Este conteúdo é protegido.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here