Maricá + Verde doa mudas no Terminal de Itaipuaçu

0
310

Dando continuidade à programação, o projeto “Maricá + Verde”, da Secretaria Municipal Adjunta de Meio Ambiente, esteve nesta quinta-feira (09/06), em frente ao Terminal Rodoviário José Ferreira, na Rua Professor Cardoso Menezes (antiga Rua 1), em Itaipuaçu. Cerca de 100 mudas de aroeira (Schinus terebinthifolius), oiti (Licania tomentosa), jenipapo (Genipa americana), saboneteira (Sapindus saponácea), pau-ferro (Cisalpina ferrea) e ipê-amarelo (Handroanthus albus), entre outras, foram colocadas à disposição do público, para doação. “As mudas doadas tem entre três a quatro meses de vida, em média, estando prontas para o replantio. Os candidatos preenchem um formulário simples, com um termo de compromisso moral de cuidar das plantas”, adiantou a bióloga Denise Amorim.

A fotógrafa Katia Lo Bianco, de 38 anos, levou mudas de saboneteira e ipê-amarelo. “Amo as plantas e converso com elas, além de fotografá-las. É interessante acompanhar seu crescimento e sua sensibilidade. De acordo com o ambiente e o clima, comportam-se de maneiras diferentes”, comentou. Maria Cristina de Lima, de 60 anos, servidora pública, adiantou que plantar mudas é uma terapia. “Eu e meu marido tiramos as manhãs de sábado para cuidar do jardim e do quintal. Tenho diversas espécies de frutíferas e ornamentais”, comentou. O representante comercial Carlos Thiago Crapis, 28 anos, declarou ser a primeira vez que levava uma muda para replantar. “Estou levando jenipapo e oiti,  essa, segundo me disseram, uma espécie pouco encontrada. Vou cuidar das duas com carinho”, concluiu.

O programa “Maricá + Verde” tem como objetivos a educação ambiental e o replantio de mudas de plantas nativas da Mata Atlântica, tendo alcançado, em menos de três anos, a marca de mais de 11 mil exemplares plantados no município. As próximas edições do “Maricá + Verde” serão no bairro de Bananal, próximo ao radar (16/06), na Rua 99, em Cordeirinho (23/06), e na Mumbuca (30/06), próximo à Churrascaria Maminha de Ouro.