Secretaria de Saúde promove Dia D do preventivo papanicolau

0
731

A Secretaria Municipal de Saúde realizará no sábado, dia 24/10, das 8h às 17h, o dia “D” do exame preventivo – também conhecido como papanicolau. Como parte das comemorações da Campanha “Outubro Rosa”, as Unidades de Saúde da Família e Postos de Saúde de Maricá (com exceção de Santa Paula que não fará a atividade), realizarão a coleta do exame preventivo e farão o exame físico das mamas. Neste dia, as unidades também aproveitarão para vacinar contra o Papilomavírus humano (HPV), das 8h às 16h. Para realizar o exame preventivo é preciso apresentar cartão do SUS e documento de identidade, já as vacinas contra HPV serão aplicadas mediante a apresentação da caderneta de vacinação.

Luana Duarte, superintendente de Atenção Básica, comenta que a decisão de abrir os postos de saúde num sábado objetiva atender exclusivamente as mulheres, colher o preventivo e fazer atividade de promoção da saúde. “Optamos por realizar no sábado a fim facilitar o acesso às mulheres que trabalham ou realizam outras atividades como cuidar da casa e dos filhos e acabam não conseguindo tempo para cuidar da saúde”, destacou Luana. Para a coordenadora do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA), Maria Magdalena Kelly, a intenção é superar o número de exames realizados em 2014, ou seja, alcançar mais de 680 coletas. “Esperamos um resultado maior, pois contamos com a ajuda da população indo até as unidades de saúde da família e postos para fazer o exame”, convida a coordenadora.

Subsecretária de Atenção Básica e ginecologista, Claudia Souza explica que cerca de 50% das pacientes com diagnóstico de câncer de colo uterino não fazem o preventivo há 10 anos ou mais. Segundo ela, as lesões iniciais que podem desencadear o câncer são em sua grande maioria, sugeridas no preventivo (papanicolau), principal exame de rastreio. “A partir do resultado, providências terapêuticas são tomadas para a cura e muitas vezes sem necessidade de internação e sim, no próprio ambulatório. A vacina contra o papiloma vírus humano (HPV) é uma arma poderosíssima contra o câncer de colo uterino, agora introduzida no calendário nacional de vacinação do Ministério da Saúde”, ressalta Claudia.

Coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Núbia Brum declara que o objetivo desta ação é vacinar com primeira ou segunda dose, conforme a necessidade, as meninas que ainda não foram imunizadas. “O Ministério da Saúde iniciou a vacinação contra o HPV em março de 2014, para meninas de 11 a 13 anos. Em 2015 iniciou-se a imunização para meninas de 9 e 10 anos”, afirma Núbia. “Junto as atuais ações para o rastreamento do câncer do colo do útero é possível prevenir a doença nas próximas décadas. Atualmente este agravo representa a terceira causa de morte por câncer entre mulheres no Brasil”, completou. A coordenadora relata que o desejo é vacinar todas as meninas na faixa etária de 9 a 14 anos. “Mesmo aquelas que iniciaram o esquema o ano passado e não fizeram a segunda dose poderão participar. Também aquelas que ainda não fizeram a primeira dose, poderão fazê-la agora”, acrescentou Núbia.