Proteção aos animais é tema de reunião conjunta de secretaria com Disque Denúncia e Polícia Militar

0
1478
Durante reunião foi debatida a criação do "Castramóvel", veículo que além de castrar, dará assistência a animais de rua

O secretário municipal adjunto de Proteção aos Animais, Marcello Vianna, se reuniu nesta terça-feira (07/07) com representantes de setores ligados à proteção animal. Na pauta do encontro, projetos como o “Castramóvel”, “Mumbução” e ações entre a Prefeitura, a ONG Disque Denúncia e a Polícia Ambiental para reprimir, através das denúncias, maus-tratos aos animais.

Para o secretário, uma das principais barreiras a ser vencida é encontrar um local onde levar os animais que forem recolhidos. “A cidade não tem um abrigo para estes animais. Vamos estudar uma forma de vencer esta dificuldade”. Segundo Marcello, algumas alternativas seriam contar com o apoio de proprietários de canis existentes no município e, através da Secretaria Municipal Adjunta de Fazenda, encontrar uma forma de redução de impostos para os que aderirem ao projeto.

Outro tema debatido foi a criação do “Castramóvel”, veículo que iria não apenas castrar, mas dar assistência a animais de rua, como àqueles que sofrem algum tipo de maus-tratos. Para o secretário, essa iniciativa ajudará a reduzir o número de animais pelas ruas.

A participação dos protetores, que cuidam dos animais retirados das ruas, também foi assunto na reunião. Como eles trabalham de forma voluntária, uma sugestão foi estimular a atuação desses protetores através do “Mumbucão”. Seguindo o exemplo da moeda social Mumbuca, o projeto daria à pessoa cadastrada um valor para ser gasto no comércio local em produtos como ração e vacinas.

Outro tópico bastante debatido foi quanto às denúncias. “A ideia é que ao recebermos repassamos para a Secretaria Municipal Adjunta de Proteção aos Animais e aí ela encaminha aos outros órgãos da cidade para que possam auxiliar”, afirmou a coordenadora de Operações da ONG, Adriana Nunes. Ainda segundo a coordenadora, é necessário que a Prefeitura e a organização estreitem seus contatos. Para Marcello Vianna, como a secretaria não tem poder de polícia é necessário o apoio da 82ª DP e da 6ª Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm Serra Tiririca).

De acordo com o secretário, o primeiro passo a ser tomado será um trabalho de educação. Mostrar para quem possui animal em casa quais são os tipos de maus-tratos, que podem variar desde deixar o animal em lugar anti-higiênico à violência física. As denúncias devem ser feitas pelo Linha Verde 0300 253-1177 ou para o Ministério Público através do número (21) 2261-9954.