Vacina contra HPV disponíveis nos poste de Maricá a partir de segunda-feira

0
583

Seguindo o calendário do Ministério da Saúde, a Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Saúde, iniciará no dia 02/03 (segunda-feira) a primeira etapa de vacinação contra o vírus Papiloma Humano (HPV), destinadas às meninas de 9 a 11 anos de idade e mulheres de 09 a 26 anos de idade portadoras do vírus da imunodeficiência humana (HIV). No município, a vacina estará disponível nos  postos de Ponta Negra, Central, Santa Rita, PSF Chácara de Inoã, Recanto, Jardim Atlântico, São José I, Ponta Grossa, Mumbuca e Bairro da Amizade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Além do público-alvo, meninas de 11 a 13 anos que não tomaram as doses da vacina no ano passado, quando foram disponibilizadas a primeira e segunda doses, poderão se vacinar contra a doença nos postos citados, para prevenção e atualização da caderneta de vacinas. Para a imunização, as pré-adolescentes e adolescentes deverão apresentar a carteira de vacinação, enquanto as mulheres portadoras do HIV/AIDS precisarão levar ainda documento de identidade e a indicação clínica do médico. Segundo a coordenadora do programa de Imunização da cidade, Núbia Brum, a vacina contra o HPV foi introduzida no Calendário Nacional de Vacinação como uma estratégia de saúde pública e tem como objetivo reforçar as atuais ações de prevenção do câncer de colo do útero. 

Núbia ainda destaca que a vacina em conjunto com as atuais ações para o rastreamento do câncer do colo do útero possibilitará prevenir a doença nas próximas décadas, que representa hoje a quarta principal causa de morte por neoplasias entre mulheres no Brasil. “A vacinação é uma ferramenta de prevenção primária e não substitui o rastreamento do câncer, pois  não confere proteção contra todos os subtipos oncogênicos de HPV. Da mesma forma, a vacina não confere proteção contra outras doenças sexualmente transmissíveis e, por isso, é importante o uso do preservativo em todas as relações sexuais”, ressalta a coordenadora.

A meta estimada para Maricá é imunizar 2928 pessoas ao longo do ano deste ano.  Como a vacina consiste em três doses, após a administração da primeira em março, a segunda será disponibilizada a partir de 01/09 e a terceira em 2020 (cinco anos após primeira dose). “Só estarão 100% imunizadas após a terceira dose da vacina. Lembrando que ela não é indicada para gestantes. Se a menina engravidar após o início do esquema vacinal, as doses subsequentes deverão ser adiadas até o período pós-parto. Também é contraindicada para pessoas com hipersensibilidade ao princípio ativo ou a qualquer um dos excipientes da vacina; com história de hipersensibilidade imediata grave a levedura(raro); que desenvolveram sintomas indicativos de hipersensibilidade grave após receber uma dose da vacina HPV”, orienta a coordenadora do programa de Imunização da cidade, Núbia Brum.