Saúde inicia projeto de pesquisa destinado a pacientes hipertensos

0
756

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), iniciará no dia 12/01 (segunda-feira) um projeto destinado a pacientes diagnosticados com hipertensão arterial, que contará com a participação de pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que estudam, com o apoio dos ministérios da Ciência e Tecnologia e Saúde e do CNPQ, a introdução de novas tecnologias para o cuidado de pessoas com doenças crônicas não transmissíveis. A primeira ação ocorrerá no posto de saúde de Ponta Grossa, das 8h30 às 16h30.

No cronograma, dentre outras as atividades oferecidas pelo NASF,  está a aplicação da acupuntura a laser.  Segundo o coordenador do NASF em Maricá, Raphael Dias, que é assistente da pesquisa e doutorando da UFRJ,  o método não é invasivo, pois não utiliza agulhas, e tem o objetivo de complementar o tratamento medicamentoso de pacientes portadores de hipertensão arterial. Ainda de acordo com o coordenador, no dia 12/01, o atendimento será apenas na unidade de Ponta Grossa, mas, com os futuros agendamentos feito pelos pacientes, o trabalho também será iniciado na unidade de São José.  “Até o segundo semestre, o projeto será ampliado para outras regiões de saúde”, adiantou Raphael.

Os interessados em participar devem ter entre 30 a 70 anos, com hipertensão arterial, que tomem remédio, mas não conseguem manter a pressão controlada (abaixo de 140×90 mmhg). No dia da ação, os pacientes devem apresentar a última receita médica e documento de identidade. Ainda na ocasião, os pesquisadores farão uma avaliação para identificar se a pessoa pode ou não realizar o procedimento (acupuntura sem agulhas associada ao uso de medicamentos já prescritos pelo médico). O agendamento para o atendimento está sendo feito através do e-mail pesquisaacupunturamarica@hotmail.com ou nas unidades de saúde de Ponta Grossa e São José.​