Sala Cult homenageia cantores negros da MPB nesta sexta

0
1690
Casa de Cultura de Maricá recebe nesta semana o evento nacional "Primavera dos Museus" - Foto: Fernando Silva

Projeto da secretaria municipal de Cultura apresenta uma edição especial dentro do evento nacional “Primavera dos Museus” que aborda a valorização da cultura afro-brasileira

O projeto Sala Cult, da secretaria de Cultura de Maricá, apresenta uma edição especial nesta sexta-feira (27/09). Músicos da cidade irão homenagear os cantores negros consagrados da MPB, como Milton Nascimento, Cartola, Monarco, Djavan, Seu Jorge, entre outros. O show gratuito “Sou negro, sou Brasil” começa às 19h e integra a programação da “Primavera dos Museus”, evento organizado pelo Instituto Brasileiro dos Museus, que nesta semana apresenta atividades de valorização da cultura afro-brasileira na Casa de Cultura, no Centro.

O show será comandado pela cantora Dalva Alves com apoio da banda da secretaria municipal de Cultura e participações especiais de Lina Bastos, Blecaute Júnior, Telma Tavares e Sérgio Dantas. Serão apresentados grandes sucessos da MPB, dentre eles “As rosas não falam” (Cartola), “Vai vadiar” (Monarco), “Fato consumado” (Djavan), “Olhos coloridos” (Sandra de Sá) e “Pretinha” (Seu Jorge). Trinta minutos antes da apresentação haverá distribuição de senhas. O Sala Cult é um dos projetos culturais de maior sucesso na cidade nos últimos tempos e incentiva o trabalho de artistas locais em homenagens a grandes nomes do país e do mundo.

O evento nacional “Primavera dos Museus” foi aberto na última segunda-feira (23) em Maricá. Alunos da banda da Escola Municipal Professor Darcy Ribeiro, de Inoã, inovaram no hino nacional. Com teclado e instrumentos de percussão, eles tocaram a música no ritmo do samba, axé e funk. Logo em seguida, estava programada a apresentação da Companhia Vida de Teatro e Dança em uma área descoberta em frente à Casa de Cultura. Mas o show não foi realizado devido às chuvas.

A abertura também contou com a palestra do psicopedagogo Marcos Nascimento Coelho, que abordou o tema sobre a mitologia Yorubás. O professou falou sobre as quatro deusas negras da mitologia e o que elas podem ensinar ao homem do século XXI. “A Nanã fala sobre perda de poder, Iemanjá é a deusa do amor, Oxum indica como trabalhar a sensualidade e Iansã é a deusa da sexualidade”, explicou o professor.

A programação da “Primavera dos Museus” continua nesta quarta-feira (25) com a exibição do documentário “Cais do Valongo, sangra da terra” no Cineclube Henfil às 19h. Em seguida, o diretor do filme Wavá de Carvalho apresenta uma palestra sobre o Cais do Valongo, que fica na Zona Portuária do Rio de Janeiro e foi o maior ponto de entrada de escravos africanos entre os séculos XVIII e XIX. Amanhã (26), o grupo “Filhos da Lua” faz uma apresentação de capoeira às 17h. Logo depois, será realizada uma mesa redonda sobre a “Memória e cultura africana e afro brasileira em Maricá” com a historiadora Maria Penha de Andrade e Silva, a pedagoga Renata Toledo e o Pai Liminha de Maricá – babalorixá Jonas de Jagum.

A Casa de Cultura fica na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro. Mais informações pelo telefone 3731-1432.