Intranet da prefeitura vai libertar contribuinte do papel

0
1430

“Dentro de dois meses, quando um morador de Maricá abrir um processo na prefeitura, ele já será eletrônico”.  É o que afirma Maria Helena Alves Oliveira, secretária municipal de Administração e Fazenda, ao esclarecer o funcionamento da intranet com o Sistema Integrado de Gestão Municipal – o e-Cidade – através da rede Cidade Inteligente.

O sistema estará totalmente implantado e “livre de papel” em dois anos, mas já começou a ser instalado para integrar todos os órgãos do município, facilitando desde o controle de frequência dos servidores ao estoque de remédios no hospital ou almoxarifado nas escolas.

“As unidades da prefeitura estarão separadas fisicamente, mas juntas pela rede. E é justamente isto o que torna uma cidade inteligente como a nossa será a partir da utilização do e-Cidade ”, explica Maria Helena.

Com o e-Cidade, a administração pública de Maricá terá como evitar, por exemplo, furto de material, além de facilitar agendamentos de consultas médicas e entrega de remédios.

Ferramenta de Transformação

O Sistema Integrado de Gestão Municipal (e-Cidade) permitirá que a prefeitura identifique de forma imediata as principais fontes de arrecadação do município, os maiores contribuintes e os maiores devedores. Quais as maiores despesas e como está o equilíbrio orçamentário. Também possibilitará que localize rapidamente os saldos das contas em cada fonte de recursos e o fluxo de caixa. Maiores fornecedores, investimentos ou principais carências da saúde, como ainda situação de dívidas.

Pelo e-Cidade, haverá uma integração total de todos os níveis de orçamento, propiciando uma visão e controle únicos do patrimônio público, dos estoques, tributos, das licitações e contratos, dos empenhos em processos de compras e da folha de pagamento. Acima de tudo, num mundo em que se buscam atitudes ecologicamente corretas, o e-Cidade permitirá a eliminação do papel através do trâmite virtual tanto em processos internos como externos.